Dia Municipal de Caramuru no bairro do Rio Vermelho


Como parte da programação, aos presentes será oferecido um Kit Cultural contendo dois livros:

1. Discursos, Artigos & Prefácios, de autoria de Nelson Almeida Taboada.
2. Proyecto Caramuru Gallego, de cinco autores: Nelson almeida Taboada, Ubaldo Porto, Pedro Galvão, Santiago Campo e Maribel Amoedo.

Nelson Almeida Taboada no comando dos festejos dos 500 anos do Rio Vermelho

Em reunião coordenada pela Central das Entidades do Rio Vermelho, o publicitário Sydney Gomes de Rezende foi escolhido para presidir a Comissão Gerenciadora dos Festejos dos 500 Anos do Rio Vermelho, que serão celebrados de janeiro a dezembro de 2009.

Os demais membros da Comissão dos 500 Anos, formada por moradores, amigos e profissionais que exercem atividades no Rio Vermelho, são as seguintes pessoas: Barretto Júnior (publicitário), Cláudio Barreto (empresário), Clóvis Bezerril (comerciante), Dina Rachid (jornalista), Ítalo Dattoli (empresário), Marco Gavazza (publicitário), Nelson Almeida Taboada (empresário), Otto Pipolo (advogado), Pedro Costa (agente de viagens), Reginaldo Santos (produtor cultural), Renato Lima (produtor cultural), Ricardo Franco (designer e diretor de arte), Roberto Menezes (profissional liberal), Santiago Campo (empresário), Sônia Morelli (bibliotecária) e Ubaldo Porto (historiador do Rio Vermelho).

Sem perda de tempo, Sydney Rezende encomendou a um grupo de técnicos, experientes no planejamento de eventos, a elaboração do Projeto dos 500 Anos e de um Plano para Comercialização, visando a captação dos patrocínios das programações mensais.

No final da primeira quinzena de dezembro o projeto será apresentado à imprensa, às autoridades e aos potenciais patrocinadores. Rezende foi categórico ao afirmar que “pela importância da data e do bairro, não iremos deixar 2009 passar em branco, pois vamos sacudir o Rio Vermelho com uma série mensal de promoções que terão grande repercussão em toda a cidade”. Em seguida, enfatizou que “o Rio Vermelho é cheio de peculiaridades e uma deles é o fato de ser o único bairro de uma cidade brasileira a ter a figura de um descobridor. Foi o Caramuru, uma celebridade histórica, o mais importante personagem da história da Bahia no século XVI. Com ele a história do nosso bairro começou, em 1509”.